Physical Address

304 North Cardinal St.
Dorchester Center, MA 02124

Apesar do desafio climático, seguro rural pode avançar

A seguradora FF Seguros registrou crescimento de 23% dos produtos de seguro patrimonial e de penhor rural e tem previsão otimista para o setor em 2024

Por Redação

As ocorrências de ondas de calor, inundações, incêndios em fazendas e outras intempéries estiveram mais frequentes no noticiário e na lista de preocupações do produtor rural. O agronegócio brasileiro está sendo desafiado pela incidência sucessiva de fenômenos El Niño e La Niña nas últimas safras, com redução dos períodos de trégua proporcionada por anos de neutralidade climática.

As dificuldades impostas pelo El Niño já impactaram negativamente nas lavouras. A quarta estimativa da Conab para a safra 2023/24 indicou uma produção total de grãos de 306,4 milhões de toneladas, representando uma queda de 4,2% em comparação com a safra anterior. O ano de 2023 também foi marcado pela redução dos preços médios das commodities e aumento dos custos de produção.

De acordo com o diretor de agronegócios da FF Seguros, Fabio Damasceno, o cenário adverso pode ter continuidade, com a estimativa de início do fenômeno La Niña no segundo semestre de 2024. “Temos também uma série de incertezas sobre quais serão as perspectivas para os juros de financiamento rural, o volume disponibilizado para o Plano Safra e os recursos para a subvenção do seguro na safra 2024/25”, diz Damasceno. O próximo plano safra, para a temporada 2024/25, deverá ser anunciado até junho de 2024. O plano atualmente em vigor, da safra 2023/24, teve um volume recorde de recursos de R$ 364,22 bilhões.

Para muitos agentes do mercado de seguros, o balanço do ano de 2023 é marcado pela busca por resiliência e adaptação. “Todos os stakeholders têm a percepção de que haverá maior frequência dos eventos climáticos extremos. As conversas são pautadas pela necessidade de melhores estratégias de dispersão dos produtos e de maior discussão sobre taxas, valores segurados e franquias durante as contratações”, resume Damasceno.

No entanto, apesar do contexto de mercado desafiador, a divisão de agronegócios da FF Seguros conquistou resultados positivos, com destaque para o crescimento das contratações de seguro patrimonial rural e de penhor rural em 2023. Juntas, essas duas modalidades tiveram um crescimento de 23% em relação ao ano anterior, somando R$ 103,9 milhões em volume de prêmios emitidos. A divisão agrícola da seguradora, que se destaca no mercado de seguro rural com a oferta de vários produtos para proteger atividades da agricultura e pecuária, totalizou R$ 140,3 milhões em prêmios no ano de 2023.

“Tivemos um crescimento das contratações consistente ao longo do ano e com boa dispersão em diferentes regiões. Isso mostra que as modalidades de seguro patrimonial e de penhor rural vêm sendo mais valorizadas pelos produtores, principalmente para proteger benfeitorias, com o aumento da percepção dos riscos de vendavais e de incêndios que danificam silos”, comenta o gerente comercial de agronegócio da FF Seguros, Diego Caputo.

Segundo ele, as duas modalidades atualmente respondem por mais de 70% da carteira de agronegócio da seguradora em 2023. “Essa evolução resulta da credibilidade financeira da FF Seguros e dos diferenciais dos nossos produtos. Hoje temos os produtos mais completos do mercado e a cobertura de benfeitorias passou a ter maior representatividade na nossa carteira”, diz Caputo.

Perspectivas

Os desafios climáticos chamam a atenção dos produtores rurais para a importância do seguro e movimentam o segmento. A Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg) projetou um crescimento de 23,1% do setor de seguro rural em 2024.

Os executivos da FF Seguros acreditam que as políticas públicas serão fortalecidas e os investimentos no setor de seguro rural não vão recuar em 2024. Com otimismo, a FF Seguros realizou investimentos internos em melhorias de softwares, hardwares e gestão de pessoas. “Planejamos estratégias para aperfeiçoar produtos, melhorar as nossas operações e seguir crescendo em 2024. As áreas de subscrições, sinistros e comerciais estão evoluindo com a transformação digital”, diz Damasceno.

Entre os destaques, a FF Seguros implementou uma nova esteira de aprovações de propostas de seguros que reforça a política de responsabilidade socioambiental da companhia. A mudança foi possível por meio da adoção de tecnologia contratada da Serasa Experian. Dessa forma, cada proposta de apólice passa por uma criteriosa análise dos dados pessoais do produtor e auditoria que considera o polígono da propriedade rural e o cumprimento de requisitos de compliance socioambiental.

A inovação terá continuidade: no momento, as equipes da FF Seguros trabalham na ideação de uma exclusiva plataforma completa. “Uma das grandes novidades que teremos em 2024 será o lançamento de um novo sistema, que será uma solução integrada para acompanhar toda a jornada do nosso cliente, desde a cotação solicitada por um produtor, até uma possível vistoria de sinistro e indenização”, revela Damasceno. “Vamos operar com mais agilidade e em novos canais, visando atender produtores e corretores de acordo com a jornada de cada cliente”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *