Physical Address

304 North Cardinal St.
Dorchester Center, MA 02124

Lavoro divulga Relatório de Sustentabilidade

Programa de Rastreabilidade da companhia, que verifica a regularidade ambiental das operações com produtores rurais, já conta com mais de 60 mil fazendas cadastradas

Por Redação

A Lavoro, primeira distribuidora de insumos agrícolas da América Latina a ter as ações listadas na Nasdaq, bolsa de valores americana, acaba de publicar o seu Relatório de Sustentabilidade 2022/2023, documento que engloba todas as ações de inovação, governança, desempenho social e ambiental realizadas pela empresa durante o período, em suas operações no Brasil e na Colômbia.

Sustentabilidade é um dos pilares do grupo, que tem um compromisso firmado com o Pacto Global das Nações Unidas, construindo um trabalho dentro da Agenda de 2030 da ONU, visando uma agricultura sustentável, produção responsável e crescimento econômico. Até o momento, 59% das metas ESG voluntárias, definidas na última safra, já foram iniciadas.

“Os últimos dois anos representaram um grande avanço para a nossa agenda em prol de uma agricultura mais sustentável. Em 2023, nós avançamos com a presença de mercado em produtos de marca própria sob a gestão da Crop Care. Para a próxima safra, devemos inaugurar a maior planta de biológicos do Brasil, o que reforça nosso crescimento e compromisso com a sustentabilidade no campo”, destaca Ruy Cunha, CEO da Lavoro.

Ainda durante o ciclo 22/23, a Lavoro colocou em prática o Programa de Rastreabilidade, onde cerca de 24 mil clientes de todo o Brasil e 60 mil fazendas estão cadastrados. Isso permite avaliar a regularidade ambiental, por meio do Protocolo Lavoro, de uma ponta à outra da cadeia produtiva de grãos e outras commodities.

De acordo com Monique Cardoso, Gerente Corporativa de Sustentabilidade da Lavoro, o Programa de Rastreabilidade vem se mostrando uma ferramenta imprescindível para garantir uma produção agrícola 100% conforme. Em apenas um ano de Programa, a Lavoro conseguiu rastrear mais de 39 milhões de hectares, e 100% da originação de grãos via Barter.

“O Programa de Rastreabilidade nos dá a certeza e segurança de que a soja, milho, trigo, café, algodão e outros cultivos produzidos por nossos clientes, serão aceitos em todos os mercados, sem qualquer restrição. Também reforça que nos mantemos em linha com práticas que respeitem pessoas, comunidades e meio ambiente.”, explica Monique.

A Lavoro também cresceu em volume de negócios. No ciclo 22/23, sete diferentes empresas se uniram ao Grupo Lavoro e mais de 25 lojas foram abertas ou incorporadas a plataforma. Atualmente, a companhia conta com mais de 74 mil clientes e 220 lojas no Brasil e Colômbia.

“Nós alcançamos a marca de 36 empresas no grupo. Durante essa safra, duas novas empresas entraram para nosso portfólio, a Referência Agroinsumos e a Cromo Química. Além disso, abrimos nossa maior loja na América Latina, em Sorriso (MT). Foi um ciclo de grandes conquistas, e temos grandes planos para os próximos também”, destaca Cunha.

Crop Care em 2022/2023

A holding Crop Care, responsável pelo portfólio de produtos de marca própria da Lavoro, também teve um grande ciclo. Em 22/23, a companhia avançou na construção do site industrial de Itápolis, interior de São Paulo, e já inaugurou um centro de distribuição e um laboratório para desenvolvimento de novos produtos de última geração. A nova fábrica, operada pela Agrobiológica Sustentabilidade, empresa da holding especializada na produção de bioinsumos, deve se tornar o maior site produtivo de biológicos do Brasil. O portfólio da Agrobiológica já está disponível em mais de 200 pontos de venda em todo o Brasil, alcançando mais de 10 mil produtores rurais.

“Com o início da operação da nova fábrica, prevista para o início de 2024, teremos a possibilidade de acelerar o desenvolvimento do pipeline da Agrobiológica, com a previsão de lançamento de 20 novos produtos nos próximos 3 anos. Estamos muito empolgados para a inauguração da nova planta de biológicos, é um marco para nós como empresa, e um marco para o mercado nacional de bioinsumos”, afirma Marcelo Pessanha, CEO da Crop Care.

Em janeiro, a Crop Care adquiriu a Cromo Química, especializada na produção de adjuvantes de alta performance e potencializadores para agricultura, com foco nas culturas de soja, milho, algodão e cultivos de inverno.

Maior distribuidora de insumos para o setor florestal brasileiro

A Lavoro tornou-se a maior distribuidora de insumos para silvicultura do Brasil por meio da Futuragro Florestal, uma das revendas do grupo, sediada em Campo Largo (PR), detentora de cerca de 50% de participação no mercado nacional de produtos para este segmento.

“A silvicultura é uma das dez principais culturas atendidas pela distribuição de insumos na Lavoro. Hoje, abastecemos gigantes da produção de papel e celulose, energia, biomassa, carvão vegetal e outros segmentos madeireiros. Para atender esse mercado tão específico, contamos com uma equipe técnica altamente treinada e preparada, formada por engenheiros agrônomos e florestais”, destaca Cunha.

Selo Great Place do Work, inclusão e segurança

Na Safra 2022/2023, a Lavoro recebeu a certificação Great Place To Work (GPTW) pelo terceiro ano consecutivo. Atualmente, a empresa conta com 3.759 colaboradores, sendo 34% mulheres e 66% homens, e 1.080 Representantes Técnicos de Vendas (RTVs).

Em termos de igualdade e equidade, o Cluster Colômbia serve de exemplo para a inclusão de colaboradores negros e indígenas. A força de trabalho local inclui pessoas refugiadas ou migrantes de outros países e reintegradas a partir do processo de paz que o país vive desde 2016.

“Nós investimos muito em ações de treinamento para nossos funcionários, visando oferecer o melhor serviço aos nossos clientes. Estimamos que nosso colaborador tenha uma média de 29 horas de treinamento computado, o que é um volume excelente, representando um aumento de cinco vezes em relação à safra anterior”, aponta o CEO da Lavoro.

Pensando em questões de governança e na segurança de seus colaboradores, na Colômbia, a Lavoro substituiu todas as bombas costais para aplicação manual de defensivos nas culturas de cana-de-açúcar e palma a fim de reduzir riscos de acidentes de trabalho. Os novos equipamentos são modelos elétricos, que eliminam o uso de compressor de ar.

No Brasil, o uso de EPI é obrigatório para todos os trabalhadores de lojas ou fábricas envolvidos em atividades classificadas como de risco operacional.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *