Physical Address

304 North Cardinal St.
Dorchester Center, MA 02124

Influência do Gerenciamento de Riscos na produtividade de Máquinas e Equipamentos Agrícolas e Não-Agrícolas

Por Adailton Dias*

Máquinas e equipamentos em processo de reparo emergencial ou reposição não são situações financeiramente viáveis em nenhum momento produtivo de organizações do agronegócio e da construção civil. Essa afirmação se aplica, principalmente, diante das atuais perspectivas de crescimento da safra de grãos e do agronegócio em geral, bem como os recentes anúncios de investimentos em obras de infraestrutura e as perspectivas de expansão do mercado imobiliário.

Essas tendências nacionais que citei devem, não apenas aquecer o mercado de venda e locação da Linha Amarela e Linha Verde, como também fazer com que os equipamentos disponíveis nessas indústrias trabalhem a todo o vapor. E é nesse cenário que cresce a importância de adotar medidas preventivas que ajudem a evitar prejuízos diretos e indiretos aos projetos no agronegócio ou na construção civil.

A área de Gestão de Riscos da Sompo mapeou que, no ano de 2022, houve um aumento de 153% nos danos decorrentes de acidentes com maquinários, na comparação com 2021. Os prejuízos decorrentes de eventos de avarias subiram 49% no ano passado, em relação ao ano anterior. Além de roubo e furto, muitos sinistros são causados por falta de manutenção preventiva ou pelo trabalho das máquinas em turno ininterrupto.

No campo, tratores e colheitadeira de grãos são os maiores alvos de avarias, causadas, principalmente, por colisão, tombamento, queda em valas ou buracos, desmoronamento e queda de raio. Já na construção civil, o roubo e o furto de retroescavadeiras e pás carregadeiras são a principal preocupação.

Cada máquina e equipamento exige medidas preventivas específicas. Mas, de uma maneira geral, é possível dizer que, com relação às avarias, a prevenção básica passa não só pela manutenção preventiva e limpeza como, também, pela conscientização do operador, que só deve trabalhar descansado, treinado, em boas condições de saúde e com roupas, calçados e equipamentos de proteção adequados. Com relação a roubos e furtos, a proteção está nas boas práticas ao guardar ou se ausentar das proximidades dos itens, bem como a adoção de sistemas de segurança inteligentes.

Máquinas e equipamentos têm uma relevância estratégica para o resultado dos negócios no campo e na construção civil. Com o suporte dos corretores de seguros e da seguradora os clientes podem ser orientados sobre as melhores práticas a serem adotadas. Só assim, as perdas serão mitigadas e agregaremos ainda mais valor à nossa missão de contribuir para a continuidade dos negócios.

Adailton Dias conta com mais de 35 anos de experiência nas áreas técnicas de seguros (Corporativos e Pessoais), Resseguro, Gestão de Riscos, Sinistros, Planejamento Estratégico, Inovação e Seguro Saúde de seguradoras multinacionais. Sob sua gestão, a Sompo Seguros alcançou a liderança no segmento de Seguro Transporte. É formado em Economia com pós-graduação em Marketing (Universidade Mackenzie) e MBA em Gestão Empresarial (FIA/USP).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *